Shopping Frei Caneca

Obra de Clarice Lispector inspira 
no Shopping Frei Caneca

Perto do Coração Selvagem levanta perguntas sobre nosso lugar na natureza

A exposição “Perto do Coração Selvagem” da artista plástica Carol W está no Shopping Frei Caneca e traduz em arte a relação entre os homens e os animais. Baseada no livro de mesmo nome da escritora Clarice Lispector, a mostra resgata a animalidade perdida nas pessoas e o medo da personagem trama da obra, Joana, de se relacionar com esse seu lado.

É possível conferir no Piso 1 do empreendimento peças cheias de significados e cores, confeccionadas em papel machê e com detalhes em latão, arame e madeira. Figuras híbridas (metade humano, metade animal) são retratadas de forma lúdica a fim de trazer reflexões sobre “Como seríamos se fôssemos mais animais? Nos reconheceríamos?”, explica a artista.

Além da inspiração da obra literária, Carol W, que é adepta do vegetarianismo, colocou em pauta a necessidade de reconhecermos que os animais devem ser incluídos em nossa comunidade moral e ter seus direitos respeitados.

A artista ainda usou como base a tese de mestrado de Tathiana Jaeger que defende a ideia de que nos colocamos superiores às outras espécies de animais e as linhas que nos separam, nos fazem ter medo de nos entregarmos às experiências de viver a animalidade que nos habita. “Mostrar a relação dos animais com a gente e refletir sobre como nos colocamos na natureza como seres humanos superiores é o questionamento que queremos levantar”, diz Carol W.

“A ideia de trazer para o Shopping exposições como a “Perto do Coração Selvagem” é a de aproximar o público da arte, além de apoiar artistas talentosos que tem muito a dizer para nossa sociedade”, conclui Andreia Perini, gerente de marketing do Shopping Frei Caneca.

Exposição Perto do Coração Selvagem
Artista: Carol W
Local: Shopping Frei Caneca – Piso
Quando: Até 6 de janeiro
Exposição Gratuita

Fonte: assessoria de imprensa

Leia Mais ►

Feira de Natal no Parque Burle Marx



O Coletivo Expositores de Feiras do Brasil promove, dia 8 de dezembro (domingo), das 10 às 18 horas, no Parque Burle Marx, na Zona Oeste, da Capital paulista, uma feira especial de Natal. Parte da renda obtida será revertida para a manutenção do local.

Ao todo serão 24 expositores produtores artesanais que irão comercializar roupas, joias, acessórios, produtos para o público infantil, itens de decoração, além de inúmeros itens relacionados com a festa natalina.

Carlos Vidigal, representante do evento, contou que “a feira é um dos objetivos do Coletivo há mais dois anos. Quando criei um grupo no Facebook, a primeira intenção era trocar experiências e divulgar informações sobre empreendedorismo, com pessoas que estavam fazendo a mesma coisa que eu e estavam participando de feiras para colocar seus produtos no mercado. Agora, o grupo está mais fortalecido, maior e trabalha com mais de 1.500 produtores. Faltava um espaço maior para mostrar nosso trabalho. Conseguimos o Parque Burle Marx e esta é nossa primeira experiência como organizadores independentes. Estamos ansiosos e felizes ao mesmo tempo, as expectativas são as melhores possíveis”.

Serviço: 
Local: Parque Burle Marx – Av. Dona Helena Pereira de Moraes, 200 – Vila Andrade
Horário: das 10 às 18 horas

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Supershopping Osasco traz o sabor do chocolate para o natal nevado com sua promoção de fim de ano

Brownies em lindos estojos colecionáveis tornam a promoção compre
 e ganhe deste ano ainda mais gostosa


O Natal no SuperShopping Osasco ganha um sabor ainda mais especial neste ano. Os clientes que realizarem as compras de final de ano no shopping center, podem levar para casa um lindo estojo colecionável com quatro mini brownies de chocolate e avelã. A promoção começa no dia 6 de dezembro.

“Trazemos o sabor especial dessa gostosura clássica em estojos exclusivos para presentear nossos clientes com uma lembrança deste Natal para ficar para sempre”, diz Carolina Bonafé, gerente de Marketing do SuperShopping Osasco.

Para não ficar de fora dessa promoção deliciosa, basta apresentar os cupons de compras que somem R$ 350 no posto de trocas localizado no 2º Piso, em frente ao Coco Bambu. A promoção segue até o dia 24 de dezembro ou enquanto durar o estoque de 5 mil unidades. São mais de três opções de estojos e o limite é de dois por CPF. A promoção é autorizada pela SECAP, certificado número 02.006664/2019.

Promoção de Natal do SuperShopping Osasco
Data: de 5 a 24 de dezembro
Horário: segunda-feira a sábado das 10h às 22h, domingos das 12h às 20h, dias 14, 21, 22 e
23 de dezembro, das 10h às 23h e dia 24 das 10h às 16h
Local de troca: 2º Piso, em frente ao Coco Bambu
Endereço: Av. dos Autonomistas, 1.828 – Osasco – esquina com a Av. Maria Campos
Promoção válida para compras a partir de R$ 350


Sobre o SuperShopping Osasco
O SuperShopping Osasco reúne as melhores opções de lazer e compras para toda a família. O ambiente reconhecido pelo conforto, sofisticação e segurança tem três andares e abriga um mix de 140 lojas, com dez âncoras e megalojas, além das grandes marcas do varejo e do negócio local. O shopping center conta ainda com 35 opções gastronômicas, que reúnem opções para todos os paladares, e sete salas de cinema Kinoplex de última geração, com a melhor tecnologia digital em som e imagem. Sempre inovando com marcas diferenciadas e atrações exclusivas, o shopping center inaugurado em 2005, é o endereço das primeiras Daiso Japan, Hope e The Body Shop na cidade e recebe mais de 600 mil visitantes por mês em seus 60 mil m². Saiba mais em www.supershoppingosasco.com.br


Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

ONG Prematuridade.com quer ampliar 
rede de voluntários no Brasil

A Associação Brasileira de Pais, Familiares, Amigos e Cuidadores de Bebês Prematuros – ONG Prematuridade.com quer ampliar a rede de voluntários de Norte a Sul do Brasil. A ONG que está completando cinco anos de existência e conta com 3 mil famílias cadastradas e mais de 40 voluntários em 18 Estados brasileiros. O número é pequeno diante de o Brasil registrar 340 mil bebês prematuros todos os anos o que representa 11,5% do total de nascimentos. O percentual é maior que a média mundial de 10%, segundo Pesquisa Nascer no Brasil – Fiocruz 2016.
Para a fundadora e diretora executiva da ONG Prematuridade.com, Denise Suguitani, a disseminação da informação sobre as causas e os riscos da prematuridade é fundamental para contribuir na redução do número de partos de prematuros.
Ela explica que qualquer pessoa pode ser voluntária da ONG, hoje formada por profissionais de saúde, mães, pais e avós de prematuros, artesãos e simpatizantes da causa. O processo de adesão é simples, bastando entrar em contato pelo e-mail nucleos@prematuridade.com.
As iniciativas dos voluntários compreendem desde entender a realidade da sua região para identificar os desafios e propor soluções, até contactar UTIs neonatais e maternidades; participar de grupos de gestantes para levar informações acerca do tema; conversar com pais e familiares de prematuros; colaborar com a implementação do Método Canguru nas suas localidades; além de apoio na divulgação das ações voltadas à prematuridade.
Denise reforça que o voluntário contará com o apoio total da ONG no sentido de orientação das suas atividades, dentro do tempo que ele tiver disponível. “Nossa missão é diminuir as taxas de prematuridade no Brasil, e  para garantir o mais adequado e mais humano atendimento aos bebês e suas famílias, e o voluntario é protagonista nesse processo, nos trazendo a realidade de cada região e suas demandas”, diz.
Para saber mais sobre as ações da ONG é possível visitar à página na internet www. prematuridade.com. Dia 17 de novembro foi comemorado o Dia Mundial da Prematuridade.
Sobre a ONG Prematuridade.com
A Associação Brasileira de Pais, Familiares, Amigos e Cuidadores de Bebês Prematuros - ONG Prematuridade.com é a primeira organização sem fins lucrativos dedicada à prevenção do parto prematuro, à educação continuada para profissionais de saúde e à defesa de políticas públicas voltadas aos interesses das famílias de bebês prematuros, atuando em âmbito nacional. A ONG foi fundada por Denise Leão Suguitani, nutricionista, mãe de 2 filhos, quando ela trabalhava em uma UTI Neonatal de Porto Alegre (RS). Em sua vivência diária, percebeu que os pais tinham dificuldades de encontrar conteúdo confiável sobre bebês prematuros na internet. Assim, surgiu o blog Prematuridade.com, que rapidamente acabou tomando proporções maiores, tornando-se um portal. Em novembro de 2014, Denise fundou a Associação Brasileira da Pais, Familiares, Amigos e Cuidadores de Bebês Prematuros – ONG Prematuridade.com, entidade pioneira que se dedica à causa dos bebês prematuros em âmbito nacional. Hoje são 3 mil famílias cadastradas, 40 voluntários e 18 estados brasileiros com presença da ONG.

Fonte: assessoria de imprensa

Leia Mais ►

"Nas mãos de Benedita",
de Carlos Dala Stella


A Editora Positivo lança, neste mês de dezembro, "Nas mãos de Benedita", de Carlos Dala Stella. Trata-se de uma coletânea inédita de 22 contos e telas, que retrata, em 160 páginas, o processo criativo do autor.

Ao contrário da maior parte dos livros produzidos até hoje, Dala Stella criou primeiro as imagens - e depois os contos. O artista, que escreve e desenha cotidianamente em seus cadernos ilustrados há mais de 40 anos, retirou boa parte da inspiração de seus diários. "Consultando meus diários de ateliê, selecionei excertos de sonhos, reflexões sobre literatura, música, o tempo. E fui criando entrechos narrativos, cujos personagens estavam sempre a pensar pedaços de pensamentos, como fazemos tão frequentemente", conta.

A narrativa visual corre paralela à narrativa ficcional, mas de forma relativamente autônoma. "Em todos os contos, a referência à imagem é sempre periférica, o núcleo correndo alheio a ela", explica o autor. "Ainda que as imagens possam ser admiradas autonomamente em relação aos textos, é delicioso encontrar aqui e ali o alento comum do inventor que lhes deu forma e figura", descreve a poeta, ensaísta, cronista e crítica literária, Mariana Ianelli, na abertura da obra.

Segundo ela, na obra, os leitores vão encontrar armadilhas de espanto, ternuras acutilantes, finas membranas de mistérios, visões que brotam de demoras contemplativas, entre ressentimento e revelação, pesadelo e maravilha. "Cada imagem, cada conto, um corpo-cosmo, uma miragem palpável do pensamento, uma invenção mágica, que eu espero chegue a muitas mãos e muitos olhos", diz Mariana Ianelli.

As mãos aparecem em quase todas as imagens do livro: mãos que acarinham, revelam, advertem, plantam, afagam, debulham, fazem música, leem, esculpem, jogam, rezam, produzem ou, ainda, que contêm, nelas mesmas, outros signos, grafismos e gestos. O conto que dá nome ao livro começa pelo fim e traz um romance trágico que gira em torno de um mistério anotado no caderninho de uma quiróloga chamada Benedita.

Sobre Carlos Dala Stella

Carlos Dala Stella nasceu em 1961, no bairro de Santa Felicidade, em Curitiba. É poeta, artista plástico e também contista. Formado em Letras pela Universidade Federal do Paraná, dedica-se ao desenho desde a década de 80, quando expôs na Itália. Publicou os livros “O caçador de vaga-lumes” (poemas, 1998), “Riachuelo, 266” (contos e crônicas, 2000), “Bicicletas de Montreal” (fotografia e outras artesvisuais,2002) e “Ogatosemnome” (poemas, 2007). Foi finalista do Prêmio Jabuti em 2012 na categoria Ilustração com o livro “Quer Jogar?” (livro ilustrado, 2011). Nas artes, o autor transita por murais de cimento e vidro, telas, retratos a lápis, nanquim e esculturas em papel, mas é nos cadernos de ateliê que cotidianamente escreve e desenha. Em 2018, estreou na poesia com a obra A arte muda da fuga, da Editora Positivo.


Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►


Luís Henrique Pellanda lança livro de crônicas 
com desenhos de Raro de Oliveira


Antologia inédita marca 10 anos de carreira do autor


"Calma, estamos perdidos" (Editora Positivo) é o título do quarto livro de crônicas do curitibano Luís Henrique Pellanda, que está celebrando dez anos de carreira literária com a publicação de sua primeira antologia. Com ilustrações de Raro de Oliveira, o livro reúne 58 crônicas urbanas. “É o olhar do autor para a própria obra, durante uma década de carreira”, destaca Cristiane Mateus, editora do livro.

As crônicas falam sobre todas as grandes metrópoles. "Acredito que a cidade, enquanto invenção humana, enquanto produto da criatividade do animal engenhoso que somos, foi um de nossos maiores sucessos, e nos fez prosperar enquanto espécie, mas, por outro lado, as cidades que inventamos para nos proteger da natureza, de onde aos poucos fomos nos retirando, se tornaram perigosas também para nós. E agora somos esse bicho que se sente perdido e inseguro na própria casa e já não pode retornar à natureza", reflete Pellanda. 

O autor discute a questão da alteridade a partir da convivência nas cidades. "Para se conviver com o outro, é preciso sobretudo respeitá-lo, considerá-lo em sua subjetividade, e aprender a ler aquilo que nos rodeia a todos, seja gente, bicho, árvore, automóvel, asfalto ou prédio. Tudo à nossa volta pode ser lido. Sou pedestre e leitor desde menino. E é a partir dessa experiência que faço minhas releituras de mundo", relata.

Para o escritor mineiro Luiz Ruffato, Pellanda é um raro legítimo descendente do escritor capixaba Rubem Braga.  "Em  suas  mãos,  tudo,  literalmente  tudo, transforma-se em motivo para reflexão: um corpo estendido na calçada, encontros e desencontros fortuitos, o surgimento da lua entre as nuvens, invisíveis mendigos e prostitutas, decepções da infância, agruras da adolescência, amores natimortos, urubus, garças, sabiás, araucárias e, até mesmo, coisa alguma", completa Ruffato.

Profundo conhecedor do trabalho de Pellanda, Raro de Oliveira apresenta no livro belíssimas aquarelas da cidade, que faz da obra uma união perfeita da linguagem verbal e a linguagem visual sobre o mesmo tema. Ele faz parte do grupo dos Urbans Sketchers, considerados, entre desenhistas e ilustradores, artistas da mesma família dos cronistas literários. "Estamos nas ruas, registrando o que se passa – e às vezes o que não se passa, o que já deixou de se passar e o que gostaríamos que se passasse", comenta Pellanda.

Para o autor, Raro de Oliveira conseguiu, com a paleta de cores que escolheu, com a interpretação quase nebulosa que fez das cenas descritas e dos cenários em que elas se desenrolam, aumentar ainda mais uma sensação de mistério, ou mesmo de artifício, que os textos de Pellanda por vezes despertam no leitor. "Não gosto de 'esclarecer' as coisas quando escrevo, e o Raro percebeu isso, criando ilustrações delicadas e cobertas pelo mesmo véu de dúvida que gosto de tecer", finaliza o autor.




Sobre o autor

Luís Henrique Pellanda nasceu em Curitiba, em 1973. Escritor, jornalista e músico, é autor dos livros de crônicas Nós passaremos em branco (2011), finalista do Prêmio Jabuti 2012, Asa de sereia (2012) e Detetive à deriva (2016); e dos livros de contos O macaco ornamental (2009) e A fada sem cabeça (2018). Também organizou os dois volumes da antologia de entrevistas As melhores entrevistas do Rascunho (2010 e 2012). O autor trabalhou na Gazeta do Povo e na revista Veja. Foi subeditor e colunista de Rascunho (jornal literário), coeditor e cronista do site de crônicas e ilustrações Vida Breve.

Sobre o ilustrador

Raro de Oliveira nasceu no Rio de Janeiro em 1968 e vive há 28 anos em Curitiba. Estudou Comunicação Visual na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Em 2014, entrou no movimento de desenho de rua (Urban Sketchers), que existe em diversas cidades do mundo. É coautor do livro Sketchers do Brasil (2016). Ilustrou livros de poesia e realizou uma série de desenhos para a exposição Volta ao Centro Histórico em 80 dias, em 2019.

Fonte: assessoria de imprensa


Leia Mais ►

 Eliana Pittman faz pocket show
 gratuito para lançar o novo álbum
O evento que conta com várias outras surpresas ocorre no bairro da Santa Cecília, em São Paulo.
Você é nosso convidado para pocket show que cantora Eliana Pittman fará próximo dia 11 de dezembro, a partir das 19h, no Japan Tower, localizado à rua Canuto do Val, 78, Santa Cecília. O evento é para comemorar o lançamento do seu novo CD “Ontem, Hoje e Sempre”, lançado recentemente pela Kuarup. Além do pocket show haverá outras surpresas.
O evento é gratuito, mas o espaço é sujeito a lotação*. Necessário confirmar presença pelo e-mail danitela@temperocultural.com.br ou pelo telefone 11 9.9664.3441

Serviço
Eliana Pittman realiza pocket show do novo CD “Ontem, Hoje e Sempre”
Data: 11.12.19 – Horário: A partir das 19h
Local: Japan Tower - rua Canuto do Val, 78, Santa Cecília
Informações: daniela@temperocultural.com.br – 11 9.9664.3441
*Espaço Sujeito a lotação. Necessário confirmar presença.

Mais sobre o novo CD:

Eliana Pittman lança novo trabalho que reúne álbum com clássicos da MPB e como bônus um disco com show dos anos 70 em Paris com sucessos da Bossa Nova

Disco acústico traz regravações de Vinicius de Moraes, Martinho da Vila, Fito Paez, Caetano Veloso, Cazuza e Gilberto Gil entre outros.

Chega ao mercado, pela Kuarup Produtora, Ontem, Hoje e Sempre, novo trabalho da cantora Eliana Pittman. O álbum, gravado em formato acústico com violão e percussão, reúne dez regravações de músicas de autores como: Vinicius de Moraes, Martinho da Vila, Fito Paez, Chico Cesar, Candeia, Cazuza e Gilberto Gil entre outros. Como bônus há mais oito faixas ao vivo de um show gravado em 1970, em Paris, na boate Dom Camillo, com repertório de clássicos da música brasileira e Bossa Nova. “Com este trabalho, festejo com orgulho e gratidão o meu ontem e o meu hoje, que vem a ser o meu sempre”, afirma a cantora.

Trata-se de uma das mais versáteis cantoras da música brasileira, tendo sido a única brasileira a figurar a capa da revista norte-americana Ebony (principal revista daquele país destinada ao público negro). No imaginário musical de quem viveu os anos 1970, a cantora carioca é a vivaz intérprete de sambas e carimbós que lhe deram fama nacional naquela década áurea, porém a verve internacional herdada por seu pai, o extraordinário saxofonista americano Booker Pittman, fez dela uma das nossas principais cantoras de jazz. Eliana, que gravou dezenas de discos e se apresentou em mais de 30 países, continua sua carreira em plena forma se apresentando em shows solos e de formatos diversificados em projetos especiais paralelos como Divas do Sambalanço (ao lado de Claudette Soares e Dóris Monteiro) E 100 anos de Dalva de Oliveira.

Eliana é filha de Booker Pittman, importante saxofonista e clarinetista de jazz nascido em Dallas (EUA), que migrou para o Brasil a partir dos anos 1930, sendo carinhosamente apelidado de Buca por ninguém menos do que Pixinguinha (1897–1973), que também tocava saxofone, entre outros múltiplos atributos artísticos.

E agora a cantora lança Eliana Pittman Hoje, Ontem e Sempre, disco produzido por Thiago Marques Luiz, que traz como bônus um álbum ao vivo com registros de um espetáculo em Paris, que foi viabilizado quando Marques Luiz soube por Eliana que a cantora tinha no seu acervo particular de fitas de rolo gravações de shows feitos dentro e fora do Brasil nos anos 1960 e 1970. Uma dessas fitas reproduzia o áudio do show feito por Eliana na Cidade Luz. “Este disco é uma dívida que Eliana tem com seu público que não vê um disco inédito desde 1991 e é também uma dívida de seu público para com ela”, relata o produtor Thiago Marques Luiz. “Que eu possa realizar coisas bonitas na minha vida, ajudar as pessoas através do meu canto, trazendo esperança, paz e amor para cada um que escuta o som da minha voz”, finaliza.

Faixa a Faixa:
 1 – O Morro Não Tem Vez (Carlos Lyra / Vinicius de Moraes / Tom Jobim); 2 – Gamei (Délcio Luiz / André Renato); 3 – Ex-Amor (Martinho da Vila); 4 – Drão (Gilberto Gil); 5 - Onde Estará O Meu Amor (Chico César); 6 – Até A Lua (Tião Carvalho); 7 – Preciso Dizer Que Te Amo (Dê / Cazuza / Bebel Gilberto); 8 – Preciso Me Encontrar (Candeia); 9 - Yo Vengo A Ofrecer Mi Corazón (Fito Paez); 10 – Tributo à Vaidade (Café / Iran Silva / Carlinhos Madureira).

Bônus – Show Paris 1970 Boate Don Camillo
11 – Aquele Abraço (Gilberto Gil); 12 – Garoto De Ipanema (Tom Jobim / Vinicius de Moraes); 13 – O Pato (Jaime Silva / Neuza Teixeira); 14 – Desafinado (Tom Jobim / Newton Mendonça); 15 – Big Spender (Cy Coleman / Dorothy Fields); 16 – Manhã de Carnaval (Luiz Bonfá / Antônio Maria); 17 – Ponteio (Edu Lobo / Capinan); 18 – Felicidade (Tom Jobim / Vinicius de Moraes).

Sobre a Kuarup:
A gravadora Kuarup foi fundada no Rio de Janeiro em 1977 pelo produtor Mario de Aratanha e o saudoso fagotista Airton Barbosa, do Quinteto Villa-Lobos. Hoje, é uma das principais gravadoras independentes do país. Especializada em música brasileira, possui mais de 200 títulos em seu acervo, além de ter a maior coleção de obras de Villa-Lobos em catálogo no Brasil. O repertório traz choro, música nordestina, caipira, sertaneja, MPB, samba e instrumental, entre outros gêneros. A gravadora passou a atuar na edição de músicas e no mercado editorial de livros.

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

Torta, pizza, lasanha ou tudo junto e misturado?
Chef Melchior Neto prepara receita 3 em 1

A receita a seguir não é uma torta, também não é uma pizza e nem uma lasanha. São as 3 preparações juntas! Como assim?? Exato. O Chef Melchior Neto ensina como preparar uma lasanha com cara de torta e com massa de pizza! Criativa, deliciosa e inusitada, a receita serve até 10 pessoas e, em época de festas e casa cheia é um preparo incrível para receber e servir seus convidados.

Torta, Pizza, Lasanha
Por: Melchior Neto

Ingredientes
Massa
200g de creme de leite
100g de manteiga ou margarina
1 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de fermento em pó
Cerca de 3 xícaras (chá) rasas de farinha de trigo
1 gema levemente batida para pincelar
Recheio
1 kg de muçarela fatiada
500g de presunto fatiado
500g de massa de lasanha
200g de molho bolonhesa
200g de molho bechamel
Cobertura
100g de requeijão
100g de muçarela
100g de parmesão
50g de damasco picado
Modo de preparo
Massa1. Misture o creme de leite com a manteiga e o sal.
2. Acrescente o fermento e, aos poucos, a farinha, amassando até desprender das mãos (se necessário, acrescente água ou farinha até dar o ponto).
3. Envolva em filme plástico e deixe em repouso por 20 minutos.
Recheio
1. Abra 2/3 da massa com as mãos ou com o rolo e forre uma fôrma de fundo removível (24 cm de diâmetro x 3 cm de altura) levemente untada.
2. Fure a massa em diversos pontos para não estufar enquanto assa, distribua o recheio em camadas, molhos, massa, queijo e presunto, assim sucessivamente até chegar a borda da forma.
3. Abra o restante da massa, coloque por cima e feche as laterais unindo com a outra massa.
4. Pincele com a gema batida coloque a muçarela, o requeijão, e o parmesão asse em forno médio preaquecido (200 ºc) por cerca de 30 a 40 minutos ou até dourar levemente.
5. Aguarde 10 minutos para desenformar e finalize com os cubinhos de damasco.
Tempo de preparo:  1h30

Fonte: assessoria de imprensa 
Leia Mais ►

Sesc São Caetano
"Dia Mundial de Combate à Aids" 
será lembrado com ação educativa para idosos no Sesc São Caetano
Em sua segunda edição, o projeto Contato aproxima o público de discussões sobre o HIV/Aids e outras ISTs por meio de ações artísticas e educativas, além de estimular o autocuidado
Entre os dias 1 e 8 de dezembro o Sesc São Paulo realiza o especial Contato, uma série de ações que visam a promoção da saúde sexual e a prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), entre elas o HIV/Aids, por meio de bate-papos, oficinas, exibições, espetáculos, performances, entre outras atividades em 34 unidades da capital, interior e litoral.
Sesc São Caetano participa do projeto com a oficina de ação educativa, participativa e lúdica “(A)bordando HIV” realizada pela Cia Vivendo Nossa Arte no dia 3 de Dezembro a partir das 14h, que abordará a vivência dos soropositivos,  saúde sexual e a prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis para os idosos. A companhia propõe uma experiência para além da técnica, (a)bordar o tema através de bordados temáticos, com frases e figuras que visem os participantes refletirem sobre o tema, em uma perspectiva pós-coquetel, enfrentando o estigma que recai sobre os soropositivos: isto é, o panorama da AIDS e do HIV na vivência dos soropositivos nos dias atuais, a partir do tratamento por meio dos remédios que ficaram conhecidos como “coquetéis” onde foram bem sucedidos em promover uma vida saudável, mas não superou o estigma dos soropositivos.
Essa ação busca o olhar para o número crescente de casos de HIV entre os idosos e a prevenção é o caminho para diminuir o aumento, ações como está são necessárias para a conscientização da população idosa.
O Dia Mundial de Combate à Aids é um dia que nos remete a compaixão e solidariedade, onde nos faz repensar nossas atitudes com os portadores da doença. Não é um dia exclusivo para informações, mas serve, portanto, como um alerta sobre a Aids.
SERVIÇO:Sesc São Caetano
Rua Piauí -554 Santa Paula – São Caetano do Sul
Dia: 3 de Setembro
Horário: 14h
Recomendação etária: a partir de 60 anos
Ingressos:  grátis
Telefone para informações: (11) 4223-8800
Para informações sobre outras programações acesse o portal sescsp.org.br/saocaetano
Horário de atendimento/bilheteria do Sesc São Caetano – De segunda a sexta, 9h às 21h30, sábados e feriados, das 9h às 17h30 .  
Fonte: Assessoria de Imprensa Sesc São Caetano
Leia Mais ►

Vinícola Góes
Vinícola Góes apresenta seu Natal de Luz - Brilho e Encantamento para crianças e adultos
            Fim de ano é época de muitas emoções, celebrações e momentos especiais. Para comemorar o fim de mais um ciclo, vem aí o Natal de Luz 2019 da Vinícola Góes.

Seguindo a tradição natalina, o sentimento de amor e união que resplandece nessa época do ano vai estar refletido na decoração do Espaço da vinícola, que estará ainda mais bonito com luzes e enfeites de Natal.

No dia 29 de novembro as 20h acontecerá a cerimônia de Abertura do Natal Góes 2019. Emoção e magia não vão faltar, com festa de luzes, música ao vivo, degustação e brindes para encantar visitantes, turistas e, em especial, os moradores de São Roque e região.

Já no dia 02 de dezembro, em parceria com o Colégio Adventista de São Roque, a Vinícola Góes será palco da Cantata de Natal. Aproximadamente 350 crianças e suas doces vozes farão o espetáculo em frente ao Casarão Góes, num ambiente inspirador de sons, luzes e magia, emocionando todos os presentes.

O Papai Noel também estará por lá. O bom velhinho e sua turma estarão fazendo apresentações teatrais e interagindo com os visitantes ao longo de todos os sábados e domingos de dezembro até o dia 22/12, entre as 12 e as 18h, espalhando a magia do Natal.

            O clima natalino toma conta de todo o Espaço Vinícola Góes. É uma ótima oportunidade para levar a família e convidar os amigos para o passeio e para brindar as conquistas de 2019, um Natal cheio de Luz e o novo Ano que está por vir!
A entrada é gratuita. A loja de vinhos, restaurantes e demais atrações do Espaço Vinícola Góes estarão à disposição de todos.

Confira a programação completa:
29/11 – 20h: Cerimônia de abertura do Natal de Luz 2017
02/12 – 19h: Cantata de Natal - Colégio Adventista & Vinícola Góes
Sábados dias 30/11, 01, 07, 08, 14, 15, 21 e 22/12 – entre 12h e 18h: Papai Noel e sua turma alegrando crianças e adultos.

Serviço
Vinícola Góes: Estrada do Vinho, nº 9111 – Canguera – São Roque/SP
ENTRADA GRATUITA
Horário especial para final do ano:
Sextas e sábados das 9h às 20h,
24/12 – Das 09h às 16h,
25/12 – Das 10h às 16h,
31/01 – Das 09h às 16h,
01/01 – Das 10h às 16h.

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

E-commerce de produtos para animais aumenta as vendas em 2000% com sistema de ERP integrado a marketplace

ERP do Sistema Grátis contribuiu para o enorme crescimento da LeluPets em nove meses de uso


ERP do Sistema Grátis contribuiu para crescimento da LeluPets em 2000%

Os marketplaces têm se tornado um dos maiores canais de venda das empresas brasileiras. Dados recentes do Sebrae mostram, por exemplo, que 52% das corporações no País já preferem investir em plataformas desse tipo para potencializar os resultados do negócio. Foi o caso da LeluPets – e-commerce voltado a produtos para parasitas, higiene e conforto animal. Desde que aderiu ao marketplace e implantou um sistema de ERP integrado, desenvolvido para micro, pequenas e médias empresas pela plataforma Sistema Grátis, alcançaram uma taxa de 2000% no crescimento das vendas, em menos de 1 ano de operação.

A LeluPets é uma plataforma de vendas digital, lançada em dezembro de 2018 pelos irmãos Luan Alves Bronzatti e Leandro Fontana Bronzatti. Antes de criarem o e-commerce, Luan chegou a ter uma loja física com outro sócio: “A ideia de criar uma loja virtual me possibilitou reduzir custos operacionais e aumentar o alcance de atendimento. Hoje custa muito ter uma loja física e nem sempre é a maneira mais rentável de comercializar produtos como os do meu segmento, conta Luan.

Já no início da operação, a LeluPets aderiu ao marketplace do Mercado Livre para potencializar as vendas. Nos primeiros meses, eram comercializados 10 tipos de produtos e recebidos cerca de 100 pedidos. “A estratégia de aproveitar as vitrines virtuais pode ser muito vantajosa para o empreendedor, pois além do apoio do marketing dessas grandes corporações, existe um respaldo de credibilidade e visibilidade já bastante consolidado no mercado”, ressalta o empreendedor.

Porém, os proprietários da empresa perceberam que, apesar de o marketplace gerenciar a maioria dos processos de vendas, existem fatores que precisam ser gerenciados pelos próprios lojistas e exigem a adoção de um sistema de gestão específico. Por isso, implantaram o ERP do Sistema Grátis – software que, integrado ao marketplace possibilita um controle confiável e simplificado nos dados de faturamento, na emissão de notas fiscais, no acompanhamento das vendas por meio de dashboard, controle do estoque, logística de entrega, etc.

“Já estamos integrados ao B2W, Magazine Luiza, Mercado Livre e Amazon. Não precisamos desenvolver nada muito robusto e nem nos preocuparmos com a gestão de toda informação: o Sistema Grátis nos oferece isso muito bem. É um ERP completo e bastante funcional, sem complicações em relação às integrações com marketplaces parceiros. Desde que aderimos o sistema em nosso negócio, os pedidos são realizados de forma bem mais simples e rápida, o que otimiza nosso tempo, aumenta nosso alcance e nossos rendimentos” afirma Luan.

Nove meses após a implantação do sistema, o e-commerce já passou a receber cerca de 2 mil pedidos por mês e ter um portfólio de 60 tipos de produtos. O site passou por melhorias recentemente e ficou inativo, mas mesmo assim, devido à integração com os marketplaces feito de forma eficiente, a empresa continuou vendendo o mesmo volume.

“Além de tudo, o Sistema Grátis ainda fornece ao cliente um suporte humanizado e um retorno extremamente rápido. O nosso objetivo de investir em um ERP era justamente centralizar as informações que já constam no sistema de gestão com os pedidos recebidos através do canal de vendas. Depois de contratar o serviço, entendemos que a solução vai além disso e é fundamental para o crescimento do nosso negócio”, completa o proprietário do e-commerce.

Além dos marketplaces que já são integrados à plataforma, serão incluídos no escopo também os canais de venda da Via Varejo e do Cobasi. “Outro grande benefício é que essas novas integrações não geram nenhum custo adicional para a empresa, se feitas pelo Sistema Grátis. Com isso, a ideia é ter, por mês, de 200 a 300 novos pedidos”, finaliza Luan.

Sobre o Sistema Grátis
O Sistema Grátis é uma plataforma de gestão ERP (Sistema de Gestão Empresarial), desenvolvida para micro, pequenas e médias empresas. O sistema pode ser acessado pela Internet e possui todas as ferramentas essenciais para pequenos negócios. À medida que a empresa cresce, o sistema acompanha esse desenvolvimento e passa a oferecer mais recursos, com valores a partir de R$ 49,90 mensais.

O sistema é desenvolvido pela SoftUp, empresa com mais de 20 anos de desenvolvimento de software para gestão de empresas que atuam com atacado, varejo, indústria e prestação de serviços. Acesse a plataforma pelo site: www.sistemagratis.com.br

Sobre a LeluPets
Plataforma de vendas digital, lançada em dezembro de 2018, pelos irmãos Luan Alves Bronzatti e Leandro Fontana Bronzatti. O e-commerce é voltado a produtos para animais, como medicamentos para parasitas e itens de higiene e conforto. A sede da empresa está localizada em São Tomás de Aquino, no interior de Minas Gerais. Os produtos são comercializados através do próprio site da empresa e também por diversos marketplaces. www.lelupets.com.br


Modelo de petshop e produtos fornecidos pela LeLupets


Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►

AVC – a bomba relógio dentro do cérebro pode ser
 desarmada por exames preventivos laborais

O médico do trabalho, por meio de exames preventivos, pode mudar 
a incidência da doença, segunda maior causa de óbito no País


         O AVC (Acidente Vascular Cerebral) faz mais vítimas do que se imagina. Mais de 17 milhões de pessoas sofrem, por ano, com o entupimento ou o rompimento de um vaso que leva sangue aos neurônios. Em doze meses 400 mil brasileiros encaram o problema e desses 100 mil perdem a vida, o que faz do AVC a segunda grande causa de óbito no país, atrás apenas do infarto.

         O que faz dessa doença um grande fator de preocupação é que ela afeta cada vez mais as pessoas jovens, em plena atividade laboral. A quantidade de pessoas com menos de 45 anos que tiveram essa pane na cabeça aumentou 62% entre 2005 e 2015.

         Esses dados colocam no “colo” das empresas uma grande responsabilidade, já que por meio dos exames solicitados pelo médico do trabalho é possível sim, prevenir e conscientizar o trabalhador, sobre os riscos a que estão expostos e como podem mudar os hábitos para que não façam parte dessa triste estatística.

         Como diz a máxima já entoada pelos nossos avós, prevenir é melhor que remediar. E bem mais barato. Por isso o papel fundamental das empresas, evitando que esse trabalhador precise de um atendimento emergencial. É bom lembrar que cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, infelizmente, ainda não implementaram completamente o protocolo contra o AVC, por conta do tamanho e da complexidade de operar um sistema tão veloz em metrópoles gigantescas e cheias de desigualdades.

         Para Ricardo Pacheco, médico, gestor em saúde e diretor da MGP Saúde (que operacionaliza o plano suplementar de baixo custo e alta eficiência), a detecção e prevenção no ambiente de trabalho não só traz economia para as corporações, mas principalmente salva vidas. “Dificilmente o trabalhador que tem um acompanhamento focado na prevenção vai precisar de um serviço de emergência, que por vários motivos, pode não chegar a tempo. O AVC precisa de atendimento imediato para minimizar as sequelas. Essa pressa se justifica pelo fato de que, a cada minuto sem fluxo sanguíneo em alguma região da cabeça, cerca de 2 milhões de neurônios morrem. Em uma hora, são 114 milhões de células nervosas que desligam para sempre. Com elas, inúmeras funções cerebrais são perdidas e restam sequelas para o resto da vida. Tempo é cérebro”.

         No hospital o atendimento também precisa ser a jato. A Organização Mundial da Saúde (OMS) preconiza que todo o processo, do momento em que o paciente chegou na instituição até a entrada numa sala de cirurgia (se necessário), não ultrapasse os 80 minutos. “É claro que um serviço complexo como esse exige o esforço de muita gente boa e capacitada. A partir dessa premissa, o Brasil se inspirou em iniciativas bem-sucedidas nos Estados Unidos e na Europa para criar unidades especializadas em AVC por aqui. No momento, 56 hospitais estão treinados e credenciados. A meta é ter, pelo menos, 200 deles nos próximos anos”, comemora o gestor em saúde e presidente da ABRESST (Associação Brasileira de Empresa de Saúde e Segurança no Trabalho)

O que é AVC, sintomas e como identificar no início

         O AVC acontece quando vasos que levam sangue ao cérebro entopem ou se rompem, provocando a paralisia da área cerebral que ficou sem circulação sanguínea. É uma doença que acomete mais os homens e é uma das principais causas de morte, incapacitação e internações em todo o mundo. Quanto mais rápido for o diagnóstico e o tratamento, maiores serão as chances de recuperação completa. Desta forma, torna-se primordial ficar atento aos sinais e sintomas e procurar atendimento médico imediato.

         Existem dois tipos de AVC, que ocorrem por motivos diferentes, o hemorrágico (ocorre quando há rompimento de um vaso cerebral, provocando hemorragia que pode acontecer dentro do tecido cerebral ou na superfície entre o cérebro e a meninge. É responsável por 15% de todos os casos de AVC, mas pode causar a morte com mais frequência do que o AVC isquêmico) e o isquêmico (ocorre quando há obstrução de uma artéria, impedindo a passagem de oxigênio para células cerebrais, que acabam morrendo. Essa obstrução pode acontecer devido a um trombo (trombose) ou a um êmbolo (embolia). O AVC isquêmico é o mais comum e representa 85% de todos os casos).

         O corpo dá alguns sinais que ajudam a reconhecer um Acidente Vascular Cerebral, como fraqueza ou formigamento na face, no braço ou na perna, especialmente em um lado do corpo; confusão mental; alteração da fala ou compreensão; alteração na visão (em um ou ambos os olhos); alteração do equilíbrio, coordenação, tontura ou alteração no andar; e dor de cabeça súbita, intensa, sem causa aparente.



Fatores de risco, prevenção e diagnóstico

         Existem diversos fatores que aumente a probabilidade de ocorrência de um AVC, seja ele hemorrágico ou isquêmico. Os principais fatores causais das doenças são hipertensão, Diabetes tipo 2, colesterol alto, sobrepeso, obesidade, tabagismo, uso excessivo de álcool, idade avançada, sedentarismo, uso de drogas ilícitas e histórico familiar.

         A adequação dos hábitos de vida diária é primordial para a prevenção do AVC. E, mais uma vez, a empresa tem um papel fundamental, elaborando programas preventivos e que conscientizem seus trabalhadores da adoção de práticas mais saudáveis, como a prática de atividades físicas, adoção de hábitos alimentares mais saudáveis e a realização de exames periódicos.

         O diagnóstico do AVC é feito por meio de exames de imagem, que permitem identificar a área do cérebro afetada e o tipo do derrame cerebral. Tomografia computadorizada de crânio é o método de imagem mais utilizado para a avaliação inicial do AVC isquêmico agudo, demonstrando sinais precoces de isquemia. 



As mulheres estão morrendo menos em virtude do AVC e das doenças cardíacas

         De acordo com estudo Saúde Brasil 2018 do Ministério da Saúde, o índice caiu 11% nos óbitos por Acidente Vascular Cerebral e 6,2% por doenças cardíacas, nas mulheres entre 30 e 69 anos. No período que compreende o estudo, seis anos, o índice para AVC caiu de 39,5 para 35,2 óbitos por 100 mil habitantes do sexo feminino. Já as Doenças Cardíacas apresentaram queda de 55 para 51,6 óbitos por 100 mil. Apesar da queda, as duas doenças continuam sendo as que mais matam a população feminina entre 30 e 69 anos. Somando todas as idades (de 5 a mais de 70 anos), as doenças cardíacas, AVC, Alzheimer, Infecções Respiratórias e o Diabetes são as cinco principais causas de óbitos entre elas. Das cinco, quatro são Doenças Crônicas Não-Transmissíveis (DCNT’s), as quais possuem quatro fatores de risco em comum: tabagismo, atividade física insuficiente, uso nocivo do álcool e alimentação saudável, todas elas preveníveis.

         O levantamento apontou que, na população com faixas etárias entre 30 e 69 anos e com mais de 70 anos, as doenças cardíacas isquêmicas apresentaram as maiores taxas de mortalidade em todas as regiões do país, tanto nos homens como nas mulheres. Já o AVC, ocupou o segundo lugar no ranking das principais causas de óbitos entre as brasileiras de todas as regiões e os brasileiros do Sul e Sudeste, com idades entre 30 a 69 anos.

         As doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), como o AVC e as Doenças Cardíacas Isquêmicas, respondem por cerca de 36 milhões, ou 63% das mortes no mundo, com destaque para as doenças do aparelho circulatório, diabetes, câncer e doença respiratória crônica. No Brasil, as DCNT também se constituem como um problema de saúde, correspondendo a 54,0% de todas as mortes, no ano de 2016. Na faixa etária de 30-69 anos, as DCNT representaram 56,1% dos óbitos.

         Para o Dr. Ricardo Pacheco a ocorrência das doenças crônicas não transmissíveis é muito influenciada pelos estilos e condições de vida. “A Organização Mundial da Saúde (OMS) inclui como importantes DCNT as doenças do aparelho circulatório (cerebrovasculares, cardiovasculares), neoplasias, doenças respiratórias crônicas e diabetes mellitus. Esse conjunto de doenças tem em comum uma série de fatores de risco resultando na possibilidade de se ter uma abordagem comum para a sua prevenção, que pode e deve ser iniciada no ambiente de trabalho”.



Sobre a MGP Saúde

         A MGP Saúde é uma plataforma de solução integrada de saúde, que oferece assessoria e consultoria, para empresas e para população em geral. Dentro dessa plataforma, de gerenciamento macro, está o plano de saúde que visa assegurar a assistência integral social e à saúde dos beneficiários e seus dependentes, com ações de promoção, proteção, recuperação e reabilitação, de forma a contribuir para o aprimoramento do sistema social e de saúde do Brasil.

Fonte: assessoria de imprensa
Leia Mais ►



Moradores de rua no Rio de Janeiro aprendem inglês 
Conheça a história do empresário do Rio de Janeiro que decidiu abrir 
uma turma em sua escola bilíngue para moradores de rua aprenderem inglês.

Imagine o que moradores de rua diriam se alguém aparecesse oferecendo aulas de inglês. Imagine o que o professor faria se um deles respondesse: Yes, I speak English! Conheça a história do empresário do Rio de Janeiro que decidiu abrir uma turma em sua escola bilíngue para moradores de rua aprenderem inglês. E a surpreendente descoberta do professor encontrado num abrigo para pessoas sem teto, que se juntou à turma.
.
Data: Toda quinta feira
Horas: 13h00
Local: Bairro Santa Cruz
Assessoria de Imprensa – Cla Cri Com
Claudia Cristina - (11) 97360 2100 - claudiacristina@clacri.com
Thay Matos – (11) 94355 2690 – pautaclacri@clacri.com

Rio de Janeiro, novembro de 2019: Pouco mais de 7 meses o empresário Gabriel Frozi, deu início a um projeto que iria transformar a vida de diversas pessoas. Ele que criou a primeira escola da América Latina destinada para classe de alta renda e que atende também alunos com déficit de atenção. E foi dentro da Recreio School que nasceu a ideia de realizar um projeto de inclusão social: aulas de inglês gratuitas para os moradores de rua do bairro Santa Cruz, toda quinta feira às 13h00.

O projeto solidário continua com vagas abertas para aulas semanais de inglês gratuitas para jovens, adultos e moradores do bairro. O curso é montado baseado na grade curricular do ensino médio e tem inglês básico. Inicialmente, as aulas serão ministradas no Campus Santa Cruz, mas a ideia é expandir para demais regiões. A expectativa é de que, no período de um ano, cerca de 100 alunos sejam beneficiados semanalmente. Os alunos trabalharam como voluntários na preparação das aulas.

A primeira turma foi ministrada pelo nativo Stephen Kuzel, professor da RCS, original de New Jersey e formado em Ciências Políticas na universidade do Colorado, para 40 alunos, muitos deles eram profissionais graduados que passaram a morar nas caçadas do Rio de Janeiro por causa das limitações financeiras. 

A vida de muitos deles comprova o resultado da pesquisa feita pelo Programa de Apoio e Inclusão Social à População de Rua, realizada no período de 2017 a 2018. Segundo os dados, o número de moradores de rua com ensino superior completo no Rio de Janeiro aumentou de 40 para 70, representando um crescimento de 75%, de acordo com dados estatísticos do Programa de Apoio e Inclusão Social à População de Rua.

A escola encontrou na sala de aula o perfil mencionado na pesquisa.  Leandro Barbosa, maranhense, 41 anos, morador de rua. O ex estudante de arquitetura e graduado em letras pela FAMA, Faculdade Atenas Maranhense, foi um dos alunos do projeto. 

O ex funcionário da região da área portuária com inglês fluente, se inscreveu nas aulas gratuitas da Recreio School para relembrar o que aprendeu durante 7 anos no Instituto Cultural Brasil Estados Unidos (ICBEU). “ Identificamos o talento e a capacidade técnica. Foi o suficiente para oferecer uma oportunidade de trabalho”, comenta Frozzi, ao informar que Sr. Barbosa foi contratado pela escola para ministrar as aulas aos moradores de rua.

Mas Leandro não parou por aí. Hoje ele treina outras pessoas, trocou as ruas pelo albergue, comprou um celular e formou um grupo de whats para conversar em inglês. ‘...foi através da inciativa de aulas gratuitas nas ruas que consegui fazer Jobs, sair das calçadas  e recuperar a força e garra para continuar  lutando”, finaliza o ex morador em situação de rua.

Fonte: assessoria de imprensa

Leia Mais ►