Bolsas de crochê ganham novo e-commerce

Crochet com a Paty - amor em forma de bolsas - entrega para todo o país

Cuidado e amor transformados em arte. São esses os sentimentos transmitidos pelos produtos do Crochet com a Paty, e-commerce lançado recentemente e especializado em peças confeccionadas em crochet.

A arte, desenvolvida como se conhece hoje no século 16 e que começou a se popularizar na França no século 19, é popular também no Brasil. A história da Crochet com a Paty começou em 2019, quando a empreendedora Patrícia Parsequian fez um curso de crochet com duas amigas.

"No início as aulas foram desafiadoras, mas aos poucos percebi uma grande facilidade para a técnica. As peças produzidas começaram a se transformar em presentes para amigos e familiares - e então as encomendas começaram", explica Patrícia.

E o que se iniciou como uma terapia para superar a perda da mãe (que também era apaixonada por trabalhos manuais), transformou-se em uma grande ideia de negócio iniciada primeiramente nas redes sociais.

Hoje o portfólio disponibilizado no novo e-commerce Crochet com a Paty é composto por mais de 20 produtos, sendo 13 modelos de bolsas, além de jogos americanos, cestos e cases para notebook, entre outros itens.

E muitos outros produtos serão lançados em breve, entre novas bolsas e acessórios para a casa. Com nomes de cidades europeias como Barcelona, Madrid, Berlim e Viena, cada modelo relaciona as belezas e cultura locais com as características das peças.

O grande diferencial dos artigos disponibilizados pela Crochet com a Paty é serem artesanais, sendo totalmente customizados. "Cada bolsa é produzida sob encomenda e pode ser personalizada, sendo possível escolher a cor, alça, botão, medidas e forro", exemplifica a empreendedora.

Hoje os processos criativo e produtivo são realizados por duas mulheres, além de Patrícia: a amiga Dulcineia também participa da produção do crochet e a costureira Margarete finaliza a peça adicionando o forro e realizando o acabamento. Já Victória, sobrinha de Patrícia, cuida da área comercial.

Os pedidos podem ser realizados pelo próprio site: www.crochetcomapaty.com.br, pelo Instagram @crochetcomapaty ou pelo WhatsApp (11) 99598-3670.

Sobre a Crochet com a Paty - E-commerce voltado para a venda de bolsas e outras peças de crochet, o diferencial do Crochet com a Paty é a possibilidade de personalização: cada item é produzido especialmente para o cliente, que pode customizá-la totalmente. Criado pela empreendedora Patrícia Parsequian, o Crochet com a Paty nasceu a partir da habilidade com o crochet e a vontade de oferecer algo único. Em breve serão lançados outros modelos de bolsas e peças para casa. Para mais informações acesse: www.crochetcomapaty.com.br

Sobre Patrícia Parsequian: Paulistana, Patrícia Parsequian tem 51 anos, é casada e tem dois filhos: Guilherme de 17 anos e Pedro de 12 anos. Formada em Administração de Empresas, em paralelo à Crochet com a Paty, a empreendedora também cuida da gestão de uma empresa familiar.


Patricia Parsequian, criadora do Crochet com a Paty

Além das bolsas, o catálogo conta com jogos americanos, cestos e cases para notebook, e outros itens
Leia Mais ►

 Earshutt - técnica eleva autoestima 

de pacientes com orelhas de abano



Muitas pessoas sofrem com orelhas com má formação, conhecidas popularmente como orelhas de abano. Alguns procedimentos cirúrgicos podem ser realizados, entretanto a complexidade da internação hospitalar, principalmente em tempos de pandemia pela proliferação do Covid-19 precisam ser evitadas.

Deste modo, um procedimento não-cirurgico e definitivo chamado Earshutt tem conquistado cada vez adeptos.

A simplicidade e segurança dentro de consultórios odontológicos, por profissionais dentistas autorizados e capacitados para a realizar procedimentos estéticos transforma o Earshutt em um recurso mais acessível para quem sofre com orelhas de abano.

O EarShutt é utilizado para a correção de orelhas, com uma técnica inovadora. "Conseguimos corrigir e deixar mais harmônica a região da orelha, a partir da utilização de fios e da harmonização facial", revela um dos profissionais mais requisitados para esse procedimento - Dr. Benevenuto.

Com atendimento na cidade de Campinas em um moderno espaço, localizado no bairro Cambuí, Dr. Benevenuto e sua equipe além de melhorar a estética, possibilita que a autoestima de seus pacientes também seja elevada. "Muitos dos pacientes que chegam ao consultório se incomodam desde crianças com as orelhas de abano, principalmente por terem sofrido bullying. Muitas mulheres não prendem o cabelo por vergonha da orelha e em pouco tempo conseguimos de uma maneira rápida e segura, resolver esse problema estético", explica o dentista e especialista em Harmonização Facial.


O Earshutt é feito com anestesia local e um tempo médio de 25 minutos por orelha.



Fonte: assessoria de imprensa 

Leia Mais ►

 Triatleta Samira Volpi é nova embaixadora da Kakau


A bicicleta de competição da atleta, que compete em alto nível, 
agora está protegida pelo seguro Kakau MOBI

Samira Volpi, Triatleta e embaixadora da Kakau Seguros


A bicicleta é o transporte do futuro e, como qualquer outro bem, precisa ser protegida. E se as bikes são fundamentais para quem as utiliza para o lazer ou principalmente trabalho, o que dizer dos atletas?

Foi essa preocupação que fez a triatleta Samira Volpi aceitar o convite da Kakau para ser a embaixadora da marca no mundo dos esportes. "Vi na Kakau uma plataforma moderna e descomplicada. Toda voltada para o digital, a contratação foi simples e a possibilidade de ligar e desligar o seguro quando não se usa é sensacional", explica a triatleta.

Para a Kakau, a parceria com Samira significa apresentar autoridade no universo do uso em alto nível das bicicletas. "É a oportunidade para alinhar o nosso produto Kakau MOBI a uma pessoa que está alinhada às nossas crenças e tem credibilidade no meio", explica Diogo Russo, sócio-fundador da Kakau.

A estreia de Samira Volpi como embaixadora da Kakau já aconteceu e a primeira oportunidade que a triatleta terá para utilizar profissionalmente o Kakau MOBI será em uma competição a ser realizada no dia 2 de maio.

Aumento na criminalidade - Mesmo com a pandemia, aumentou o número de bicicletas furtadas ou roubadas. De janeiro a novembro de 2020 foram 12.397 roubos e furtos apenas no estado de São Paulo. Cerca de 20% deles aconteceram somente na capital, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do Governo Estadual.

A fragilidade dos ciclistas e os altos preços de muitas bicicletas é o que na verdade atrai os criminosos. "Sempre acreditei ser importante contar com o seguro, tenho três bicicletas especiais e perdê-las me custaria muito mais do que apenas o que foi investido na compra e customização", reflete Samira.

Sobre a Kakau Seguros

A Kakau é uma plataforma digital de seguros liga e desliga. Primeira InsurTech brasileira 100% digital, a plataforma oferece acesso fácil e rápido para que o usuário ou assinante consiga contratar seguros, reportar um sinistro ou solicitar uma assistência 24 horas. Com o sistema de assinatura, o assinante Kakau pode pausar a sua apólice a qualquer momento. A plataforma de seguros inova também ao fazer o uso de tecnologias, como "Machine Learning", "NLP" e Ciência de dados.

A Kakau Seguros oferece o Kakau Mobi proteção por assinatura de bicicletas, com a proposta de expansão para coberturas que envolvem o tema Micromobilidade; Kakau Protege, seguro para smartphones e tablets, proteção que propõem coberturas no presente e futuro para novos gadgets, integrando assim a tese de conceito de similaridade digital em seguros. Os produtos da Kakau trazem diferenciais como: proteção dos dados e inclui aparelhos novos e usados, para todos os sistemas operacionais como Android e iOS; e no Kakau Mobi, cobertura do bem para viagem internacional e assistências diversas que beneficiam o usuário em caso de acidentes. Saiba mais no site: www.kakau.co




A bicicleta de Samira agora está protegida pelo seguro Kakau MOBI
Leia Mais ►

 Ciência da Felicidade: 

A importância de cuidar da saúde mental e buscar ser feliz*

Por Ju Ferreira

Em paralelo ao coronavírus e seus desdobramentos, vemos surgir uma pandemia de medo e estresse. Transtornos psicológicos como ansiedade e depressão já começam a representar uma nova onda de danos à saúde. Afinal, manter-se sereno dentro do turbilhão de informações e emoções que envolvem esta pandemia está sendo um desafio intenso para todo o mundo.

Pesquisa recente do Instituto Bem do Estar em parceria com a Noz Pesquisa e Inteligência, mostra que sete em cada dez brasileiros estão com medo acima do normal devido à pandemia. Até certo ponto, é esperado sentir-se mal, ansioso, com raiva, insatisfeito ou triste diante de tantos desafios que aparecem na nossa frente. Mas o sinal de alerta toca, pois este se torna o cenário ideal para o aparecimento de problemas mais sérios, como a síndrome de burnout - também conhecida como síndrome do esgotamento profissional - que no Brasil já atinge cerca de 30% dos mais de 100 milhões de trabalhadores, segundo a Associação Nacional de Medicina do Trabalho (Anamt).

Diferentemente da saúde física, os sintomas das desordens emocionais e psicológicas não são tão visíveis e isso dificulta a identificação desse problema. Para se ter uma ideia da dimensão do que estamos falando, de acordo com o Fórum Econômico Mundial, o mundo gastará 6 trilhões de dólares com doenças emocionais até 2030.

Essa vulnerabilidade escancarada acelerou uma tendência nas organizações: cuidar do psicológico dos funcionários. Por isso, é necessário que as empresas apostem em estratégias que cuidem da saúde mental dos colaboradores.

Ser feliz no trabalho deve ser tratado como prioridade. Uma pesquisa da Universidade da Califórnia mediu a relação entre felicidade e produtividade e descobriu que uma pessoa feliz é, em média, 31% mais produtiva e três vezes mais criativa no trabalho. Também são mais inovadoras e criativas - o que aumenta a sua capacidade de resolver problemas e assim de atingir seus objetivos.

Que todo mundo quer ser feliz não é novidade. A busca da felicidade é algo tão importante que, nos Estados Unidos, ela é um direito inalienável, garantido pela constituição. Mas no que consiste essa busca?

Estudos recentes têm provado que a felicidade não é algo que simplesmente acontece na vida de uma pessoa. Mais do que um sentimento ou uma sensação, felicidade é uma ciência. Uma das descobertas mais importantes da psicologia positiva - feita pela cientista Sonja Lyubomirsky, da University of California - revelou que ser feliz é a causa do sucesso. Isso significa que, quando as pessoas estão felizes, elas alcançam seus objetivos com mais facilidade. Outra comprovação da ciência é o fato de que a felicidade libera hormônios, como a ocitocina, que aumentam a capacidade cognitiva.

No livro "A ciência da felicidade", a autora e pesquisadora mostra que 50% da felicidade é predeterminada geneticamente. A outra metade depende do nosso dia a dia, sendo 10% fruto das circunstâncias da nossa vida - relacionamentos, emprego, finanças, clima e a política do país, por exemplo. E agora, o mais interessante: os 40% restantes dependem, única e exclusivamente, do estado da sua mente. Ou seja, basicamente, a sua felicidade está em suas mãos.

Por isso, diferente do que muitos pensam, ser feliz não é um destino distante, mas sim um hábito que se pode cultivar ao longo do caminho. A ciência atesta que, para se obter a felicidade plena - duradoura e conquistada a longo prazo - é preciso se expor a emoções positivas: alegria, gratidão, serenidade, interesse, esperança, orgulho, diversão, inspiração, fascínio e amor.

Se eu pudesse dar alguma dica para ter mais felicidade no nosso dia a dia focaria em três pilares: relacionamentos, novas experiências e gratidão.

Os relacionamentos são a base da nossa vida. Pessoas que têm mais vínculos com as suas famílias, amigos e comunidade alcançam um índice de felicidade bem maior que os solitários. Já viver novas experiências é, comprovadamente, uma das iniciativas que mais traz bem-estar e satisfação. Além disso, a gratidão nos incentiva a perceber e saborear experiências positivas, ajuda a valorizar as circunstâncias da vida, favorece a autoestima e ajuda até a fortalecer os laços sociais.

Há uma frase do monge David Steindl-Rast que diz: "Não é a felicidade que nos faz gratos, é a gratidão que nos faz feliz". E você, já buscou sua felicidade hoje?


*por Ju Ferreira, palestrante e mentora, criadora da metodologia Alquimia Pessoal, executiva de uma empresa de TI há 17 anos. Mais informações em www.juferreira.com.br e www.alquimiapessoal.com.br


Fonte: assessoria de imprensa 

Leia Mais ►

CONFERÊNCIA IOT 2021

 Evento reúne os melhores Experts e Player do mercado sobre Internet of Things

Entre os dias 21 a 26 de março de 2021 acontece a CONFERÊNCIA IOT 2021, um dos maiores eventos relacionados a tecnologia, inteligência artificial e conectividade em diferentes campos de ação com representantes renomados e experientes do setor

 


O que você faria sem Internet? Você já deve ter passado situações frustrantes por ficar sem conexão – seja na vida pessoal por não conseguir carregar a rota para chegar à festa ou no ambiente de trabalho para enviar aquele e-mail ou relatório no horário limite. Você já deve ter vivido algo do tipo, mas talvez não tenha se dado conta que não é mais só você com seu smartphone e notebook que pode usufruir das facilitadas da Internet!

 

Como a pandemia continua a ameaçar a saúde pública e a economia global, as empresas deixaram de seguir planos estratégicos de cinco anos e precisam manter suas operações com a independência de localização. As empresas - sejam elas de manufatura, agricultura, saúde, logística, varejo etc. - precisam de soluções viáveis que as ajudem a navegar nos ambientes de negócios, exigindo automação e acesso remoto para manter os negócios, seus funcionários e clientes seguros durante a pandemia. 

 

As instituições precisam de ferramentas para desbloquear percepções dos clientes, criar cadeias de suprimentos ágeis e otimizar as transações. E elas precisam cortar custos em um momento em que as receitas caem, ao mesmo tempo em que planejam o que quer que aconteça.

 

Para evitar esses desconfortos, cada dia mais, as empresas e profissionais de diferentes setores investem em IOT (Internet of Things), também conhecida como “Internet das Coisas”, garantindo total segurança em tecnologia, conhecimento e infraestrutura para você, seu trabalho e seus produtos de consumo. No Brasil, a IoT está amadurecendo e torna viável a coleta, análise de dados e automação provando ser essencial durante esse período de grande interrupção.

 

Estima-se que até 2025 a IOT terá alcançado mais de 100 bilhões de objetos, cujo funcionamento contribuirá direta e indiretamente na vida das pessoas e empresas. Estamos falando de ampliar as facilidades de dispositivos para qualquer outra “coisa”. Você já deve ter ido num shopping onde tem uma câmera que está medindo a sua temperatura, além de conectados, os dispositivos trazem sensores customizado a necessidade de cada negócio.

 

A Internet das Coisas também está presente nos aparelhos domésticos, em cirurgias remotas, rastreadores de veículos, dispositivos de hardware com sensores interativos e muitos outros objetos ou produtos que são monitorados e controlados à distância. Este mercado é crescente e muito promissor, especialmente para os profissionais engajados e ou entusiastas no setor, que buscam aprendizado e conhecimento constante para acompanhar as mudanças na mesma velocidade da rede dados inteligentes. E, pensando nesta demanda, encaminho a você o material exclusivo da “Conferência IOT 2021”, que acontece entre 21 e 26 de março de 2021, totalmente online e gratuita para as pessoas que desejam estar à frente e engajadas neste setor. E peço a sua ajuda na divulgação deste evento.

 

Saiba mais:

A Conferência IOT 2021 reuniu um time de profissionais renomados e os melhores representantes do setor para apresentar mais de 20 palestras com diversos temas sobre IOT, Conectividade, 5G, Segurança, Mobilidade, Rastreamento Geração de Valor, Ganhos Financeiros e outros temas pensados e articulados para trazer resultados reais aos participantes. Tudo será apresentado dinamicamente ao vivo e, ainda, vão ofertar conhecimento, oportunidades e muito engajamento.

 

Entre as palestras as principais, teremos:

- Masterthings: superação para Empresas e profissionais - Com Thelma Troise. Como o master mind de Internet of Things pode fortalecer os negócios de IOT no Brasil para contribuir com a tecnologia, superar de barreiras, questões técnicas, operacionais e comerciais.

 

- 5G - Com Vinicius Caram, Superintendente da Anatel. 5G no Brasil. O que podemos esperar e como se antecipar para as oportunidades.

 

- Uso de OKR e KPI - Com Edelvicio Souza Junior.  Aprenda a medir a efetividade dos projetos de Inovação e Transformação Digital. Nem todas as métricas comumente utilizadas para aferir a efetividade de projetos se aplicam ao novo contexto e novas métricas necessitam ser adotadas.

 

- Rastreamento como ganhar dinheiro - Com Renata Poliana Vieira. Rastreamento automotivo é o segmento líder da Internet das Coisas no país - será que ainda há oportunidades no setor? Descubra onde estão as oportunidades, como lucrar e o poder da telemetria avançada para criação de novos serviços.

 

- Conectividade IOT: dúvidas nunca mais! - Com José Almeida. Entenda tim tim por tim entre a diferença das redes LPWA: especificações técnicas, segurança, diferenciais e cuidados para seu projeto não fracassar!


- Internet das Coisas para Empresa: vale o investimento?
- Com Guilherme Schubert de Azevedo. Conheça infinitas possibilidades de simples e fácil acesso para obter resultados com investimentos de ROI comprovados.

- Cibersegurança IOT: Não corra o risco de quebrar sua operação - Com Dr. e Prof. João Peres. Segurança e certificações IoT respondendo os 5W2H: 1 – What (o que), 2 – Who (quem), 3 – When (quando), 4 – Where (onde), 5 – Why (por que), 1 – How (como), 2 – How Much (quanto).

 

- Novas Profissões: Será que rola após os 50 anos? - Com Edson Savioli. Sobre as oportunidades de trabalho, desafios e carreira após os 50 anos.

 

- De Tecnologias Inovadoras ao Crescimento Exponencial - Com Eduardo Arcas. O ecossistema IOT envolve diferentes agentes e processos, como módulos, objetos, conectividade, plataformas e usuários - a visão fim a fim para você por seu projeto no ar.

 

- Xeque-mate: Modelos de Negócios - Com Arturo Carvallo - Os segredos para conquistar sucesso na relação com clientes e parceiros.

 

- Pós venda - chegou a hora de cobrar e agora? - Com Aisla Nascimento. Gestão de clientes, cobrança, pagamento, experiência do cliente (UX).

 

- Apresente Resultados - Com Anderson Rodrigues. Ter controle sobre o que está sendo usado e como está sendo utilizado é a fonte de tomada de decisões.

 

- AIoT sem conectividade - como? - Com Marcelo Rovai. Algoritmos de Machine Learning são implementados em sistemas de baixo consumo de energia, como microcontroladores (acoplados a sensores), para executar tarefas automatizadas.

 

- Interoperabilidade e Segurança para PLATAFORMAS - Com Jose Carlos Pineli. O desafio na escolha da plataforma e o rápido avanço dos hackers e das atualizações de linguagem, protocolos, banco de dados etc. Destaque da pauta: o que é DLT (distributed ledge tecnology) e porque vem ganhando relevância.


- Aplicações e Tendências no Setor da SAÚDE
- Com Victor Rocha. Empresas do setor de saúde eleve seus negócios para um novo patamar de inovação, confiança, qualidade e amplie resultados da Companhia, na relação com Parceiros e na qualidade de vida da Humanidade.

 

- Gestão para Competitividade - Com Olavo Poleto. A Internet das Coisas é um aliado para destacar sua competitividade. Entenda por que e inspire as possibilidades de como este investimento pode trazer resultados e sustentabilidade para a sua organização.

 

- Como NÃO ser um aventureiro no Mercado da Casa Inteligente - Com George Wootton. O mercado da Casa Inteligente tem crescido muito nos dois últimos anos, com inúmeras empresas, de todos os portes, entrando no mercado. Encontramos empresas que decidiram desenvolver seus produtos e outras que decidiram distribuir produtos de empresas estrangeiras. Mas, serão bem sucedidas a longo prazo?

 

- Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação com Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação - Com Guilherme Correa. Estimular o desenvolvimento de novas tecnologias com a ampliação da produção científica e tecnológica, buscando a solução de grandes desafios nacionais. Conheça as ações do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTIC).

 

- Zootecnia de Precisão - Com Paulo Pavan. A zootecnia de precisão vem permitindo criadores de aves, suínos e bovinos a conseguirem controlar ambiente, nutrição, manejo, peso, crescimento e sanidade com a ajuda da tecnologia. A prática, que dá o tratamento exato para a necessidade dos animais, é uma tendência que vem ganhando força no mundo todo e vamos te mostrar como você pode usufruir da zootecnia de precisão aqui no Brasil.

 

- Identidade Digital e Proteção de Dados - Com Luiz Fischer. Sua Empresa segura usando a nuvem em Compliance com a LGPD. Criptografia para os dados e transações IOT e Financeiras.

 

- Lei Geral de Proteção e a Autoridade Nacional de Proteção de Dados - Com Coronel Waldemar Gonçalves Ortunho Júnior. O presidente da ANPD, Cel. Waldemar Gonçalves Ortunho Júnior apresenta a ANPD, fala sobre o órgão, missão, time, responsabilidades, ações, agenda e futuro.


Sobre a Conferência:

A Conferência IOT 2021, que acontece entre os dias 21 a 26 de março, é a chance de ampliar conhecimentos em um segmento que é relevante para todos os setores e já está transformando a forma de como as pessoas se relacionam e como as empresas gerenciam seus negócios. É totalmente Online, Gratuito e Ao Vivo com os melhores profissionais e representantes do setor. Venha participar deste master evento com a Maior Comunidade de Internet das Coisas do Brasil!

 

 

Saiba mais: Tudo Sobre IOT:

A Comunidade de Membros Tudo Sobre IoT é composta por líderes empresariais seniores e praticantes do ecossistema de Internet das Coisas. Nesta conferência, nós vamos te ajudar a encurtar o caminho para GERAR RESULTADOS.

São ensinamentos de quem faz na prática, você vai economizar anos da sua vida, incorporando a experiência de mestres, doutores e profissionais da área que estão permitindo ao mundo novas descobertas e estão transformando empresas e pessoas como você para usufruir de um mundo mais inteligente, sustentável e com infinitas possibilidades.

A Conferência IOT 2021 foca na adoção e aplicação da Internet das Coisas, tecnologias e superação de barreiras, questões técnicas, comerciais e operacionais para tornar acessível e real os resultados da inovação e transformação digital nas Empresas e Profissionais.

 

Para se cadastrar e participar da Conferência IOT 2021 acesse o link:

https://tudosobreiot.com.br/conferencia-iot/

 

Cronograma completo com horários:

https://tudosobreiot.com.br/conferencia-iot/cronograma/

 

Fonte: assessoria de imprensa 

Leia Mais ►

 Kainos cria ecossistema de negócios para sustentar nova fase de crescimento e demandas de mercado


Startup do setor atendimento aposta na inovação e investimentos

em tecnologia para crescer até 50% em 2021


A Kainos, startup que desenvolve soluções de contact center, entra em seu segundo grande ciclo de maturidade. A empresa que entra em seu oitavo ano de vida, está desenvolvendo seu ecossistema próprio de inovação e investimento em tecnologia para responder às novas demandas de mercado. Com isso, pretende alcançar um crescimento de 50%, em relação a 2020. 


A nova estrutura envolve quatro negócios e deverá estar totalmente pronta ainda no primeiro semestre de 2020. São eles: Kainos BPO (Business Process Outsourcing de contact center), Level-A (Consultoria para jornada do cliente e transformação digital), Kainos Tech (Soluções e serviços tecnológicos) e a PROA (Inteligência artificial para interações e transações automatizadas). 


São spin-offs com autonomia, que asseguram a Kainos maior capacidade de dar respostas rápidas para as novas novas demandas de contact center. “A ideia do ecossistema de inovação é tornar mais robusto o nosso negócio, entregando soluções simples, que melhorem a eficiência de atendimento das empresas”, afirma Willian Sousa, fundador e CEO da Kainos. 


Segundo ele, o setor vem se transformando nos últimos anos, em razão da tecnologia, especialmente, em inteligência artificial. “Algumas pesquisas mostram um índice de satisfação maior entre consumidores mais jovens, quando estão se relacionando com as marcas, por meio do autoatendimento”, conta. 


“É nesse ponto que o ecossistema da Kainos se justifica. O momento é de transição. As empresas precisam entender qual é a sua realidade e as reais  necessidades de seus clientes. Os nossos quatro negócios se mostram estratégicos e relevantes na maior parte dos contextos de mercado”, completa 


Para liderar os spin-offs, a empresa acaba de trazer Antoine Faugeres, francês que respondia pela área de inovação da Leroy Merlin e que agora terá a mesma missão na Kainos. “A pandemia de COVI-19 acelerou as vendas do varejo, sobretudo, nas plataformas de e-commerce, trazendo uma atitude mais proativa por parte das pessoas, que se mostram mais dispostas a interagir com as empresas'', acrescenta. 


Nos últimos quatro anos, a Kainos manteve um crescimento sustentável de 25% ao ano, encerrando 2020 com o nível de endividamento beirando a zero e crescimento 100%  proveniente de seu caixa.


"Cremos que nossa nova estrutura de negócios nos capacita a buscar as multinacionais e grandes marcas. Temos soluções de valor, que combinam consultoria, análises técnicas, equipes bem treinadas e tecnologia de alto impacto”, afirma o CEO da Kainos. 


A startup tem investido em tecnologia de ponta para infraestrutura. Esse ano, 70% dos novos investimentos serão feitos nessa área.  Os esforços da Kainos também envolvem processos, treinamentos, além de gestão de pessoas para retenção e captação de talentos com perfis competitivos que objetivam desenvolver as melhores soluções para o mercado.

Sobre a Kainos

Nascida em São Paulo, em março de 2013, a Kainos é uma omnichannel, perfil boutique, que oferece soluções de atendimento. Com sede em São Paulo, hoje a empresa tem cinco operações distribuídas pelo Brasil: em Porto Alegre, Salvador, Palmas e Taubaté, empregando mil colaboradores no corpo do negócio. 

A empresa conta com diversas premiações: em 2019 e 2020 ganhou o prêmio da Best Performance de excelência em SAC e Ouvidoria, ganhou o prêmio  Clientes S/A de Melhor operação Omnichannel e em 2020 recebeu o Selo Great Place to Work. 

Para conferir mais informações sobre a Kainos, acesse: https://www.kainos.com.br/


Fonte: assessoria de imprensa 

Leia Mais ►

 Nada como antes, ainda bem. 

A educação mudou com a EAD

 

Por Mário Andrade, Co-Fundador e COO do EXP for School

 

O conceito de educação mudou com o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs). Atividades antes só encontradas em programas de EAD, hoje fazem parte da rotina de estudos em diversas escolas, em especial nos países desenvolvidos. 

 

As metodologias ativas e o ensino híbrido estão, cada vez mais, aproximando a EAD do ensino presencial. É possível ter acesso à educação de qualidade, quando e onde quiser. Basta ter acesso a um computador ou smartphone conectado à internet. As melhores escolas e universidades do mundo já aderiram a novos modelos - e isso ajudou bastante a acabar com o preconceito em relação a este tipo de modalidade.

 

A facilidade de estudar no próprio ritmo tem sido um dos fatores do sucesso da EAD. Aliado a isso, existe uma grande variedade de cursos disponíveis, em diversos idiomas, com certificação e preços adequados às necessidades de cada aluno.

 

Um dos fatores que apontam para um futuro promissor da EAD é a possibilidade de personalização do aprendizado, algo extremamente complexo na educação presencial. As tecnologias atuais, como a Inteligência Artificial, permitem que a aprendizagem adaptativa seja aplicada com sucesso.

 

Em linha com essa tendência está o fato de que as gerações mais novas já nasceram num mundo com acesso às TICs e em especial à internet. São os "nativos digitais", já habituados com uso de novas interfaces digitais. E a educação deve se beneficiar dessa característica, oferecendo meios para que os alunos se sintam confortáveis e motivados para o aprendizado.

 

De maneira geral, os jovens estão mais adaptados ao uso de tecnologias para resolver os seus problemas. É comum hoje encontrar, especialmente, adolescentes utilizando o Youtube para aprender algo de forma autônoma. Porém, ainda precisamos adaptar as escolas para trabalhar com esse tipo de ensino.

 

Nesse universo, existem muitos casos de sucesso, mas também são várias situações de fracassos. Muitas delas por tentarem replicar na educação a distância exatamente o modelo presencial. É preciso entender que são diferentes, que demandam adequação de metodologia, inclusive o papel do professor e do aluno sofrem mudanças a serem consideradas. Não há um modelo "certo", depende de diversos fatores como: tecnologias disponíveis, faixa etária dos alunos, formação dos professores, custos etc.

 

Os bons exemplos na EAD podem ser observados em vários níveis. No ensino superior se destacam a Open University (Reino Unido), a UNED (Espanha), ou os programas do MIT OpenCourseWare. Para o ensino básico várias escolas conseguiram ter sucesso nesse momento de pandemia. Temos ainda as plataformas de aprendizagem como a Indiana BYJU's, que é a edtech mais valorizada do mundo, e na China a plataforma da Tencent está sendo usada por milhões de alunos. 

 

Mas a tecnologia por si só não consegue gerar resultados educacionais. Ela não é finalidade. Novos métodos de ensino inovadores estão se beneficiando dessas tecnologias com entregas promissoras. Podemos citar como exemplos dessa união o uso de dispositivos móveis para entregar conteúdos, acompanhar o uso dos alunos e facilitar a comunicação; e os jogos educacionais, que estimulam o engajamento e o aprendizado de forma lúdica.

 

Com a pandemia e o fechamento das escolas, instituições de ensino e governos tiveram que encontrar formas de acesso à educação para evitar um agravamento dos problemas. O caminho mais rápido e já testado foi o uso das tecnologias, em especial aquelas usadas na EAD.

 

Um dos melhores exemplos de sucesso foram as parcerias dos governos de São Paulo, do Sergipe e do Amazonas com a startup Explicaê, disponibilizando a plataforma 100% digital aos alunos do Ensino Médio da rede pública.

 

Por conta da pandemia, as mudanças na EAD foram rápidas, não planejadas, sem treinamento de professores, conteúdos não adequados, infraestrutura de comunicação insuficiente etc, resultando numa experiência ruim do usuário. Certamente grande parte desses problemas não iria acontecer se tivéssemos tempo e planejamento adequado. Mas, acredito que temos a oportunidade de aproveitar os pontos positivos e os modelos de sucesso para criar um modelo de educação híbrida. Esse movimento é irreversível, a educação não voltará a ser como antes, a partir de agora as tecnologias educacionais, metodologias ativas e a EAD estarão presentes no nosso dia a dia.


Fonte: assessoria de imprensa 

Leia Mais ►

Clube de Leitura Flyve promove leitura

de títulos de autores brasileiros contemporâneos


Os escritores dos livros escolhidos são de diversas casas editoriais,

não apenas da Flyve, e estarão presentes nos encontros



O Clube de Leitura Flyve começará as leituras em abril deste ano, estreando com o livro “O Corvo Negro” do escritor e editor Lucas de Lucca. O clube foi idealizado pelo autor e advogado Adam Mattos em parceria com a editora Flyve: esta que não apenas dá seu nome ao projeto, como oferece todo o suporte com a divulgação e se compromete a fornecer livros para sorteios internos com os leitores. Os interessados podem entrar no grupo do aplicativo Telegram que já está aberto ao público. A participação é completamente gratuita.


A ideia do clube é promover a leitura de autores nacionais contemporâneos de diversos gêneros ficcionais, como romances, contos, crônicas e poesias. Para atingir esse objetivo alguns escritores foram convidados e 13 deles já estão confirmados para o primeiro ciclo de leituras, que deve durar cerca de 12 meses a partir de abril. Vale lembrar que os escritores que terão seus livros lidos não são todos da casa editorial Flyve, ou seja, o grupo promove a leitura de autores nacionais com trajetórias diversas. Além disso, todos os autores se comprometeram a participar dos encontros. 


O Clube de leitura Flyve é um projeto desenvolvido com muito cuidado e critério, para tornar-se referência no Brasil. O nosso objetivo é criar um ambiente agradável e acolhedor, para quem divide conosco o amor pela literatura!”, explica Adam Mattos. O projeto conta também com o apoio da Poeme-se, marca de produtos relacionados a literatura, que disponibilizou um cupom exclusivo de 15%  de desconto para os membros do clube em seu site , além de também prometer sortear produtos todos os meses no grupo. Adam ainda garante que esse não é um projeto passageiro, já que após o fim da primeira fase existirão outras, com novos escritores.


Os livros e autores confirmados para o primeiro ciclo de leitura são:


Alma em pedaços - Adam Mattos

Prímulas em meio à guerra - Laura Assis

Sussurros de uma paixão - Jéssica Malvestuto 

O Corvo negro - Lucas de Lucca

Killian, Robert Killian - Eduardo Alves

O rinoceronte Frederico- Hugo Luminato 

A Irmandade dos sem futuro - Nia França

A outra parte de mim - Suzane Gomes

Os primeiros acordes da canção fatal - Gabriel C Rodriguez e Alfredo R R Sousa

A espada de Balder - Isabella Olive

Alma mecânica- Caroline Defanti

A lenda de Hagen - Tiago Amorim

Estranho - Bruno Godoi


Quem quiser participar só precisa acessar esse link para o grupo do Telegram do Clube de Leitura da Flyve. A participação é gratuita e aberta a todos os interessados.


Saiba mais sobre o primeiro livro que será lido no Clube de Leitura Flyve



# Mais de 4 mil leitores

# Vencedor da Copa Literária de 2018

# Vencedor do Edital de Cultura de Bento Gonçalves em 2015


Título: Trilogia das Plumas: O Corvo Negro

Autor: Lucas de Lucca

Editora: Flyve

Link para compra na editora:

https://www.editoraflyve.com/product-page/trilogia-das-plumas-o-corvo-negro-capa-dura

Sinopse: 

Ukel mora na capital do reino de Gor, em um mundo fantástico repleto de magia, monstros e sangue, mas ele é apenas uma criança. Com o fim da Guerra Arcana, a cidade onde vive recebe refugiados do norte e sua vida muda ao conhecer Merienir, uma elfa de cabelos prateados, e Farem, um órfão fanfarrão de Gor O Corvo Negro mostra a escalada de Ukel em sua vingança e no mundo do crime, se tornando o mais famoso e temido corvo, um caçador de recompensas. Traição, sangue e malícia guiam o caminho do jovem em uma trilogia empolgante onde o protagonista é um egoísta sem redenção.

 

298 páginas em pólen soft 80g (amarelado)

Impresso em PB e com capa em brochura e papel cartão 250g


Saiba mais sobre o idealizador do projeto Adam Mattos


Adam Mattos é advogado, escritor, poeta e editor. Acadêmico de Letras e pós graduando em Ciências Humanas e em História das Religiões. Além de ter cursos de especialização em Shakespeare e em estudos islâmicos(Harvard e Universidade de Tel Aviv). Nasceu em Londrina, mas mora há muitos anos em Curitiba, é casado e tem um filho pequeno. 

É editor do coletivo literário: “Maldohorror” e editor/fundador do Corvo Literário. Já publicou um livro chamado: Alma em pedaços e está prestes a publicar o segundo livro: “Devaneios de uma mente perturbada” pela Editora Flyve, além de ter participado de inúmeras antologias de diversas editoras. É militante em prol da propagação da literatura de forma democrática e livre no mundo líquido(pós-moderno). 


Saiba mais sobre a editora Flyve


A Flyve é uma editora de livros nacionais que busca sempre inovar e dar oportunidade para seus parceiros e escritores.  Com uma equipe pequena, mas eficaz e competente, a Flyve vem se estabelecendo no mercado e proporcionando o voo de muitas histórias. 


Site: https://www.editoraflyve.com/

Instagram: https://www.instagram.com/editoraflyve/



Fonte: assessoria de imprensa 

Leia Mais ►