Vania Abreu apresenta o show Antes De Hoje
em agosto no Sesc Bom Retiro



Baiana radicada em São Paulo, a cantora Vania Abreu visita três importantes momentos de sua carreira no show Antes de Hoje, apresentado noSesc Bom Retiro, no dia 10 de agosto, sexta-feira, às 21h. Com repertório novo, o espetáculo mistura canções de vários álbuns da artista e sucessos repaginados de grandes cancioneiros da música brasileira que a influenciaram.

O show atravessa três principais momentos na trajetória de Vania: o começo da carreira ao cantar em barzinhos, as apresentações nos trios elétricos no Carnaval de Salvador e a carreira solo ao chegar a São Paulo. “Nos bares, entendi a minha relação com a música brasileira e nordestina, pois cantava o que tocava nas rádios. Quando entrei para o mercado musical baiano no Carnaval aprendi sobre a diversidade de ritmos brasileiros e de pessoas que se encontram na rua. E quando cheguei em São Paulo, criei a minha identidade como artista e meu discurso como pensadora”, explica a cantora.

Embora tenha o mesmo nome do oitavo disco de Abreu, lançado em 2017, Antes de Hoje traz apenas três canções desse álbum: Bem ou Mal, de Maurício Gaetani; As Quatro Estações, de Maurício Gaetani, Ary Sperling e Cláudio Rabello; e Pra Falar de Amor, de Tenison Del Rey e Paulo Vascon. “O disco não foi gravado em estúdio. Era como um álbum de figurinhas, com gravações ao vivo feitas em várias turnês em diversos momentos de minha carreira solo, com várias formações de músicos. O show estende essa ideia ao reunir outras canções que me influenciaram nesses três momentos”, diz.

Outro destaque é o novo single Meu Sotaque, lançado em 2018, sobre um episódio de intolerância vivenciado pela própria cantora e transformado em música por Marcelo Quintanilha. “Em uma discussão sobre cidadania, uma pessoa percebeu que meu sotaque era diferente do dela, perguntou de onde eu era e começou a me ofender. Meu lugar de origem foi relacionado a todos os problemas de São Paulo. Meu marido percebeu que a ofensa dela me sensibilizou muito e escreveu a música como resposta à xenofobia e a esse lugar de estranhamento das diferenças culturais/étnicas que é vivido por muitas pessoas”, comenta.

O repertório fica completo com músicas de outras grandes feras da música, como Samba de uma Nota Só, de Tom Jobim; Deixa Sangrar, de Caetano Veloso, com arranjos do Carnaval de New Orleans; Veneno, eternizada por Marina Lima; Negrume da Noite, de Ilê Aiyê; Conto de Areia, conhecida na voz de Clara Nunes; Sonora Garoa, de Passoca; e Marcha da Quarta-feira de Cinzas, de Vinicius de Moraes e Carlos Lyra.

No intervalo entre as canções, Vania conta histórias sobre a sua carreira e sua estética musical. “No show, por exemplo, falo que eu entendi desde muito cedo que não deveria cantar música brasileira como se canta música americana. Acho que trago a influência do canto brasileiro e uma mistura de todos os ritmos nacionais com o pop – a união entre a canção e o arranjo –, que é o centro do meu trabalho”, revela.

O show também faz uma crítica ao momento conservador pelo qual passa o país e à tendência da segmentação da música. “Posso conhecer a alma de um povo ou de um país por meio da música. Deveríamos conhecer a alma do brasileiro e entender como conviver bem entre nós. Ao invés de a música nos unir, ela tem nos separado. As rádios estão cada vez mais segmentadas, as pessoas assistem apenas aos shows de artistas que gostam porque tem a ver com a tribo delas e cada artista fala só com a sua rede. Isso é dividir o público.  Antes de Hoje celebra a diversidade com poesia e alegria. É sobre o poder da música de nos unir, de nos dar esperança e de curar nossas dores”, acrescenta.

Vania sobe ao palco ao lado de João Cristal (piano), Xinho Rodrigues (baixo), Thiago Coiote (bateria) e Chrys Galante (percussão).

Sobre Vania Abreu
A cantora baiana tem oito discos em sua carreira: Vania Abreu (Warner Music, 1995); Pra Mim (Warner Music, 1997); Seio da Bahia (Velas, 1999), Eu Sou a Multidão (BMG Brasil, 2003), Pierrot e Colombina (YB Music, 2006), parceria com seu marido Marcelo Quintanilha; Misteriosa Dona Esperança (Páginas do Mar, 2007); Flor da Bahia (Independente, 2010) e Antes de Hoje (2017), em formato digital.

Ela produziu o CD do sambista Riachão, Mundão de Ouro (2012), indicado ao Prêmio da Música Brasileira 2013, na categoria samba como melhor álbum e melhor cantor. Em 2013, assumiu a direção artística do Selo Friends Music, pelo qual produziu e lançou Os Marchistas, Não Sei Se Te Contei (EP da cantora Thathi), Eu Inteiro Só (de Marcelo Quintanilha) e o CD Lázaro, do cantor baiano Jauperi (produzido em parceria com o Maestro R. Petreca). Este último álbum foi indicado na lista dos melhores discos da América Latina de 2015 pelo site zachary-jones.com.

Para ouvir Meu Sotaque - https://youtu.be/WXvQLEFoZNQ
Instagram @vaniaabreuoficial / Facebook @vaniaabreuoficial

Ficha Técnica:

Roteiro, direção Artística e musical: Vania Abreu.
Músicos: João Cristal (piano), Xinho Rodrigues (baixo), Thiago Coiote (bateria) e Chrys Galante (percussão).
Cabelo e Maquiagem:  Kathy Liprandi.
Engenharia de som: Gustavo do Vale (PA) e Tuca Pradella (monitor).
Light Designer e operação de luz: Silvestre Jr.
Roadie/assistentes de palco: Danilo.
Assistente da artista Vania Abreu: Lu Delarmelino.
Assessoria de imprensa: Adriana Balsanelli.
Produção e Agenciamento: ZPORZ Multi Artes.
Serviço:
VANIA ABREU no Show Antes de Hoje – Dia 10 de agosto, sexta-feira, às 21h, no Sesc Bom Retiro.
Duração: 90 minutos.
Classificação etária: Livre.
Ingressos (valor válido para cada espetáculo) – R$30,00 (inteira); R$ 15,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante); R$9,00 (trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes).

SESC BOM RETIRO
Alameda Northmann, 185 - Bom Retiro. Telefone: (11) 3332-3600
Bilheteria aberta com uma hora de antecedência. Tem acessibilidade.
Capacidade: 291 lugares.

Fonte: assessoria de imprensa

Receba nosso News Letter

Anuncie aqui

Saiba mais: 11-4113-6820