Instituto Inhotim recebe exposição inédita no Brasil

O artista plástico Ênio Longo extrapola limites da nanoarte e cria telas com elementos da cerveja Obras serão expostas em dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil

 

A cerveja é uma arte. E disso nenhum artista cervejeiro ou apreciador da bebida duvida, mas para cultuá-la dentro e fora da garrafa, a cervejaria mineira Wäls e o prestigiado artista plástico Enio Longo uniram arte e ingredientes cervejeiros para criar uma série de 21 telas por meio do ousado processo de nanoarte.

  


O estilo, que é expressão artística desenvolvida a partir da mistura de arte, tecnologia e ciência, utiliza habitualmente a prata e o ouro. No olhar ousado de Longo, esses materiais foram substituídos pela cerveja epor suas matérias-primas como malte, cevada e lúpulo – algo inédito para fins artísticos.


Outra inovação foi o processo de criação. Na nanoarte, normalmente utiliza-se um microscópio eletrônico de varredura com posterior coloração das figuras por Photoshop. Para criar as telas de Wäls, o artista plástico criou algo original, com um trabalho minucioso de pintura a mão as telas. Ele chegou a levar 16 horas seguidas trabalhando em um único quadro.

O resultado poderá ser conferido pelo público entre os dias 31 de outubro a 8 de novembro no Instituto Inhotim, considerado o maior centro de arte ao ar livre da América Latina.




Serviço:
Exposição Wäls Unique
Instituto Inhotim/Espaço Oiticica: Rua B, 20, Brumadinho, MG.
De 31/10 a 8/11
Entrada: R$ 25,00 (de terça a quinta) e R$ 40,00 (sexta, sábado, domingo e feriado)
Horário: 12h às 17​h (sábado, domingo e feriado) / 12h às 16h (terça a sexta)

Fonte: In Press Porter Novelli Assessoria de Comunicação

Receba nosso News Letter

Anuncie aqui

Saiba mais: 11-4113-6820