Maturidade Caberj, uma revolução
 em assistência a saúde

Em parceria com a Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI), grupo visa atendimento do segmento que mais cresce: o de idosos

Dar ao idoso um tratamento diferenciado e mais humano, com um atendimento médico especializado e orientação e gerenciamento de consultas e exames, é um dos objetivos do programa Maturidade Caberj, lançado pelo grupo que completa 42 anos de atividades no mercado de saúde suplementar. O programa da Caberj tem como modelo a Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI), projeto pioneiro desenvolvido há 20 anos na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

De acordo com levantamento do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), a expansão dos planos individuais e empresariais no país vem sendo impulsionada, sobretudo, pela terceira idade. O estudo apurou que a faixa etária com maior crescimento de beneficiários, em 2013, foi a de 59 anos ou mais: aumentou 5,1% enquanto a faixa de jovens até 18 anos, com plano de saúde, cresceu apenas 3,4% em relação a 2012. Os beneficiários idosos totalizaram 6,1 milhões em 2013, equivalendo a 12,1% do total de vínculos do país.

As informações, que fazem parte do boletim Saúde Suplementar em Números, produzido com base no banco de dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), reforçam a iniciativa do Grupo Caberj, que tem se destacado no setor por sua expertise em medicina preventiva, apoio médico e assistencial e programas que, mais além da saúde, buscam assegurar a melhoria da qualidade de vida dos assegurados.

“A proposta do Maturidade Caberj é oferecer um atendimento médico completo, além de serviços de orientação e acompanhamento de exames e consultas. Por isso criamos um centro de atendimento exclusivo, que dispõe de equipe multiprofissional, com médicos das principais áreas, todos com especialização em Gerontologia”, destaca o diretor geral da Caberj, Dr. Haroldo Aquino Filho.

Instalado na Tijuca, ao lado do Centro Médico da Caberj, o espaço abrigará também um núcleo de convivência, com oficinas e atividades cognitivas. “Esse é um novo passo nas ações de prevenção da Caberj, que sempre buscou soluções inovadoras para disponibilizar não somente a melhor assistência médica e hospitalar, como também contribuir para que os assegurados, mesmo aqueles com doenças crônicas, tenham melhor qualidade de vida”, acrescenta Haroldo Aquino.

APOIO MÉDICO INTEGRAL AO IDOSO

Na vanguarda da saúde complementar, o novo programa da Caberj tem uma nova lógica de atendimento em saúde aos idosos. “O Maturidade Caberj tem o objetivo de proporcionar a integralidade do cuidado à saúde, do acesso à promoção, prevenção e busca melhorar a efetividade do cuidado. A proposta é ‘paparicar’ o idoso para que ele se sinta protegido em todos os momentos”, afirma o diretor da UnAti, professor Dr. Renato Veras.

O grande diferencial está na qualificação da equipe multiprofissional, formada por médicos geriatras e clínicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, fonoaudiólogos e fisioterapeutas, todos com especialização na área de Gerontologia. O Maturidade Caberj tem ainda um gerente de acompanhamento do assegurado: enfermeiros especializados que vão auxiliar os pacientes, desde o primeiro contato, na marcação consultas, exames e outras necessidades. “O paciente será lembrado dos compromissos agendados – consultas, exames etc. – assim como poderá falar com um gerontólogo da Caberj, por telefone, sempre que quiser ou precisar de alguma orientação, inclusive sobre medicação”, explica Dr.Haroldo Aquino.

Esse acompanhamento será feito graças ao prontuário eletrônico que vai ser gerado para cada paciente, com todas as informações sobre procedimentos e medicamentos prescritos, evitando, por exemplo, problemas de interação medicamentosa. Além de otimizar os tratamentos, dando a eles maior resolutividade, o método evita tanto custos dispensáveis ao paciente quanto para o programa.

“Não há como negar que um paciente idoso representa um custo maior para o plano de saúde. Mas há como evitar que ele faça exames desnecessários e se exponha a riscos hospitalares sem que seja preciso. Sem falar que não será cobrada coparticipação do paciente”, explica o superintendente de Prevenção da Caberj, Dr. Sandro Tadeu.

O modelo do Maturidade Caberj tem como base uma visão inglesa do atendimento em saúde. “Nós, no Brasil, importamos o modelo norte-americano que privilegia o especialista. No entanto, especialmente no caso de pacientes mais velhos, o médico generalista, o nosso clínico, é o mais indicado, já que geralmente esses pacientes têm um perfil de saúde que precisa ser visto de forma global. Além disso, a resolutividade desse tipo de profissional qualificado chega a 90%”, explica Renato Veras.

ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO

Muito mais que uma tendência futura, o envelhecimento da população brasileira já é uma realidade bem palpável. Em 64 anos, segundo dados do IBGE, o número de idosos no país aumentou significativamente, passando de 2 milhões em 1950, para 24 milhões em 2014.


Tão expressivo impacto repercutiu especialmente no mercado de saúde. De acordo com o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar, a proporção de beneficiários de planos privados com idade igual ou maior que 59 anos subiu de 19,2%, em 2006, para 22,3%, em 2009. Quando se fala em projeção de gastos médios, então, os números são ainda mais assustadores: o envelhecimento da população deve aumentar os gastos com saúde em 40,8% no período de 30 anos.

Diante desse cenário, não dá para ignorar uma população que hoje passa longe do alvo da maioria das operadoras de saúde. Ao contrário, é preciso repensar o modelo de atendimento a eles oferecido. “Até pouco tempo atrás a visão era do Brasil como um país de jovens, sem doenças crônicas. Hoje, esse quadro mudou. Conquistamos o direito de viver mais, no entanto o modelo atual é antigo e anacrônico”, observa o médico Haroldo Aquino. “O Maturidade Caberj vem aí para mudar esse cenário.”


SOBRE A CABERJ
Fundada em 1972, a Caixa de Assistência à Saúde (Caberj) é uma associação privada, que oferece serviços de assistência médico-hospitalar, dentro dos mais altos padrões éticos e qualitativos de excelência.

O grupo, que também engloba a empresa Integral Saúde, projeta entre seus credenciados um sólido conceito de credibilidade, pouco comum em instituições similares: tratamento humanizado e sem burocracia, com programas diferenciados de saúde preventiva.

SOBRE A UNATI
A Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI) é um centro de estudos, ensino, debates, pesquisas e assistência voltado para questões inerentes ao envelhecimento e que, por meio da formação de recursos humanos em geriatria e gerontologia, vem contribuindo para a transformação do pensar da sociedade brasileira sobre os seus idosos.

Fonte: Trama Criações

Receba nosso News Letter

Anuncie aqui

Saiba mais: 11-4113-6820